Você já ouviu sobre cultura do estupro, mas ouviu sobre cultura da pedofilia?

Postagem original está em inglês, é de Setembro/2015 e foi escrita por Alicen Grey, podendo ser acessada aqui: http://www.feministcurrent.com/2015/09/28/youve-heard-of-rape-culture-but-have-you-heard-of-pedophile-culture/

Tradução livre e adendo feitos por Maria V.


 

Querido Todd Nickerson,

Há alguns dias atrás você escreveu no site Salon um artigo provocativamente nomeado de “Eu sou um pedófilo mas não sou um monstro”. Presumivelmente, muitas pessoas agora estão se perguntando “É a pedofilia natural ?” ou “Pedofilia pode ser curada ?” mas eu não vou tentar responder essas perguntas em particular. Invés disso, eu gostaria de aprofundar esse discurso preenchendo os buracos enormes no seu artigo.

Vamos começar com esse pedaço que falta: a vasta maioria dos pedófilos são homens. E a maioria das crianças vítimas desses pedófilos são meninas. Esse é um detalhe gigantesco para ser escondido da sua plateia, você não concorda? Infelizmente, mesmo o patriarcado sendo universal e evidente, é geralmente o último detalhe mencionado em conversas dessa natureza – se é que é mencionado.

Com isso dito, a pedofilia pode parecer um tabu e desprezada pelas massas, mas uma avaliação honesta de nossa cultura mostra o contrário. Eu tenciono que pedofilia é, na verdade, premiada e celebrada, e que toda nossa cultura e entendimento da sexualidade está construída em volta do que parecem ser desejos pedófilos. Eu chamo isso de “cultura da pedofilia”.

Na cultura da pedofilia, é esperado das mulheres que mantenham um quase-impossível nível de magreza, pré-adolescente na sua quase-andrógina falta de curvas e gordura corporal. Devido a essa pressão, transtornos alimentares se tornam cada vez mais comuns em jovens garotas, e mulheres em particular são alvos durante toda sua vida de uma indústria multibilionária de perda de peso.

Na cultura da pedofilia, a categoria mais procurada no site de pornografia Pornhub é “adolescente” (“teen”). “Quase ilegais” “meninas” em uniformes escolares atuando tudo desde “manipulações com virgens”, fantasias de incesto entre pai e filha, faz de conta entre professor e aluna…você nomeie e estará lá, existirá pornô sobre, e punhetas estão sendo batidas assistindo aquilo aos milhões e milhões de vezes. É justo pressupor que a única coisa impedindo alguns desses homens de assistir direto à pornografia infantil são as leis sobre idade de consentimento.

Influenciada pela indústria pornô, a labioplastia, uma cirurgia que corta fora os pequenos lábios da vulva até ficarem parecendo as lascas de tamanho aceitável pelo pornô, vem crescendo rapidamente. O mesmo acontece com outros procedimentos, como himenoplastia, que “restaura” a vagina para ser “apertada” como de uma mulher “virgem”.

labioplastia

Na cultura da pedofilia, mulheres são pressionadas constante e agressivamente para depilarem com regularidade suas regiões íntimas e axilas. A indústria de cosméticos – onde novamente, o alvo são as mulheres – vende à torto e direito cremes e loções “anti-idade” que deixarão sua pele “macia como de um bebê”.

Na cultura da pedofilia, nós informalmente nos referimos a mulheres adultas como “garotas” “meninas”. Nós temos uma palavra específica para garotas jovens atraentes: “jailbait” (“isca para ir para prisão”, um equivalente no Brasil seriam as “novinhas”). Mulheres são sexualizadas como “gatinhas” e “baby’s”.

Na cultura da pedofilia, eu com frequência pego homens em público me sondando com olhos cheios de desejo, até eles verem pelos nas minhas pernas – quando então eles usam como recurso uma demonstração de nojo teatral. Eu já ouvi homens em grupos dizendo que não fazem sexo oral em uma mulher se seus lábios íntimos forem muito proeminentes. Um homem que estava tentando transar comigo há 3 anos rapidamente mudou de ideia quando revelei que eu não depilo e não depilarei meus pelos púbicos. Em outras palavras, muitos homens PARAM de se sentir atraídos por mim quando os lembro que sou uma mulher adulta, não uma jovem menina.

Com certeza todos esses homens, que tem uma “preferência” por essas qualidades mencionadas anteriormente, não são pedófilos quando se olha estritamente para a definição da palavra. Mas parece que um grande número de homens, muito provavelmente como resultado do forte condicionamento cultural, acha muitas das mesmas coisas atraentes em uma mulher que um pedófilo acha atraente em uma menina de idade escolar. Lábios íntimos pequenos, vaginas apertadas, hímens intactos, pele de bebê, falta de pelos no corpo e na vulva, jovialidade eterna, corpos fragéis…Como uma usuária do tumblr (reddressalert) escreveu, “como nós não reconhecemos que isso é essencialmente a descrição de uma bebê ou uma criança?”

Acréscimo da tradutora: além destas características físicas existem características psicológicas e emocionais que são as vezes indiretamente mas comumente exigidas das mulheres pelos homens como: falta de sabedoria/conhecimento, inocência, dependência, pouco controle sobre si própria (auto-determinação). Em nossa sociedade mulheres mais velhas são no mínimo rechaçadas e no máximo fetichizadas (“milfs”, “cougar” “mães que eu foderia” também são categorias da pornografia), raramente recebendo o respeito e possibilidades dadas aos homens mais velhos, que sequer recebem estes rótulos. O próprio processo de envelhecimento, natural a todo ser humano e criatura na Terra, é tornado, especialmente no caso das mulheres, como semelhante a uma doença que deve ser curada ou impedida. Estabelecer um clima de competição entre mulheres mais novas e mais velhas também é uma ferramenta patriarcal que mantém mulheres separadas e freia e desvaloriza a troca de saberes e a confiança entre elas. Em relação a aparência física outra característica que está presente em 99% das mulheres adultas é a celulite que assim como estrias, linhas de expressão e rugas, são totalmente naturais e não trazem nenhum prejuízo para saúde mas são tratadas pela sociedade e pelas indústrias como doenças e imperfeições, fazendo mulheres gastarem suas economias tentando curar-se de algo que não pode (e não precisa) ser curado visto que faz parte de um processo natural de amadurecimento e envelhecimento do corpo. Fim do adendo da tradutora.

De volta ao meu ponto original:

Eu preciso que você, e seus empáticos leitores, entendam essa verdade grave: pedofilia não é nem de perto um tabu, ou tida como vergonhosa e repulsiva para a sociedade como você argumenta que é. Eu gostaria que sim. Para o detrimento das mulheres em todo o mundo, seus desejos são refletidos de volta para você infinitamente, produzidos em massa em uma escala global para condizer com a sempre crescente demanda. Esse mundo, essa supremacia masculina, te recebe de braços abertos e cada desejo seu é como um comando. Eu ouso dizer que é mais seguro ser você mesmo neste mundo do que ser uma garota.

Você diz “Eu sou um pedófilo, mas não sou um monstro” e eu concordo totalmente com você, de coração. Você não é um monstro – você é um homem. E um homem bem comum. Uma representação microcósmica das corrupções patriarcais mais prevalentes. Você não é especial, você não é uma anomalia e você não está sozinho. Nem de perto. O que você tenta passar como “orientação sexual” nada mais é que uma manifestação dos desejos masculinos coletivos de subjugação das fêmeas em uma cruzada para assegurar a supremacia masculina a todos os custos.

Então, se ser “compreensiva e dar apoio” à sua pedofilia significa colaborar para construir machos que erotizam traços infantis em mulheres, e ensinar mulheres a manterem juventude eterna para não agravar suas inseguranças masculinas, então você não está pedindo por apoio – você está pedindo nossa submissão e subjugação. E assim como você diz “não existe nenhum jeito ético de atualizarmos completamente nossas ânsias sexuais” eu te digo: não existe nenhuma forma ética de requisitar cooperação dessas de nós que estão ativamente tentando desmantelar o sistema patriarcal que sua “orientação” representa.

Advertisements

2 comments

  1. Pingback: Precisamos Falar Sobre a Cultura da Pedofilia | Poeira Estelar
  2. Carla · December 7

    Falou tudo. Como pode a sociedade achar normal que o que é mais procurado em sites pornô seja teens?!!! Ao mesmo tempo em que pedofilia é um crime é uma atitude imoral é algo que está impregnado nos desejos masculinos, tornando não poucos, mas grande parte dos homens pedófilos no sentido de atração sexual. Para quem ainda não namora eu recomendo que procure homens em que no seu histórico de vida sempre se relaciona com mulheres mais velhas, pois isso mostra a preferência dele. Sendo que com este homem você irá envelhecer e isso não será problema para ele. Agora homens que se relacionam com mulheres mais novas, certamente tem essa preferência e você quando estiver mais velha, ele continuará com a preferência pelas novinhas e você estará em desvantagem ….

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s